A nova maneira de sair da crise: focar no planejamento estratégico

Por 21 de junho de 2018Materiais

O país vive tempos de crise. Na verdade, é uma crise quase generalizada, que atinge tanto os setores econômicos mais altos, as empresas, o mercado, os trabalhadores, as instituições governamentais, políticas e até mesmo os setores judiciais. Esse tempo de crise torna as coisas mais complicadas, especialmente para os novos negócios. Por isso, uma das saídas mais práticas, rentáveis e lucrativas para a crise é manter o foco no planejamento estratégico.
 
Neste texto, iremos mostrar como o planejamento estratégico pode ajudar a sua empresa a sair da crise mesmo em situações desfavoráveis. Confira!
 

Crise para uns… oportunidades para outros

 
Quando uma economia entra em crise, nem todos os setores do mercado param de funcionar, e alguns até mesmo são beneficiados pela diminuição do poder aquisitivo das pessoas. Veja o seguinte exemplo: em tempos de crise, muita gente deixa de consumir manteiga, um produto mais bem elaborado e caro, para consumir margarina, um produto mais popular, mais acessível. Sendo assim, quem produz e comercializa margarina sai ganhando com a crise. Há produtos e serviços que são mais ou menos sensíveis a alterações de demanda.
 

Para sofrer o mínimo possível com essas variações em seu setor, é fundamental se preparar e se reinventar, e isso só é possível através de estratégia e planejamento. Com uma boa estratégia, o seu novo empreendimento tem todas as condições para avaliar cenários e desenvolver alternativas de negócio que vão driblar a crise e tirar lucros dela!
 

O profissional estrategista

 
Mas como uma empresa pode moldar seus negócios de acordo com a estratégia? A atuação de um profissional especializado em planejamento estratégico é o que permite aos profissionais implementar as mudanças necessárias e discutir soluções junto aos gestores e líderes da empresa. Em algumas das maiores, mais modernas e mais lucrativas empresas do mundo, é o trabalho dos estrategistas que faz a diferença para que elas continuem “no azul” e dando lucro mesmo em tempos de “vacas magras”.
 
O que muitas vezes acontece em tempos de crise é a empresa seguir o “protocolo” comum: demitir, abaixar preços, diminuir a produção, esperar o temporal passar. Isso é o óbvio a se fazer e, muitas vezes, essa atitude passiva frente à crise leva uma empresa a falir. Quando a crise vem, especialmente novos negócios, que tem mais margem para inovação, precisam atacar a crise de frente e inovar nas estratégias para fisgar as boas oportunidades de negócio que nascem da escassez de dinheiro.
 

O Planejamento Estratégico

 
Na hora de uma crise, a boa estratégia é tirar um pouco da concentração do operacional para focar no estratégico e assim garantir bons resultados.
 
Planejamento estratégico envolve visão, envolve conhecimento técnico, apuração de dados, pesquisas de mercado e tudo o que está diretamente ligado aos negócios, sejam oportunidades, riscos, forças ou fraquezas. Inclui ações para o curto, médio e longo prazo na empresa. Faça como startups e outras empresas que estão crescendo mesmo em tempos de crise: invista na contratação de profissionais de planejamento estratégico!