É possível conciliar padronização de processos, diminuição de custos e aumento da produtividade?

Por 30 de agosto de 2018Materiais

Padronização de processos significa estabelecer os melhores caminhos para se chegar ao objetivo final da empresa e cumprir todas as metas. Encontrar meios de aumentar a produtividade e reduzir custos é uma das formas de se manter competitivo no mercado e conseguir os melhores resultados possíveis. Mas afinal, qual é a relação entre essas três ideias? Descubra nesse artigo como elas se encaixam para otimizar a produção sem demandar novos investimentos.
 

Padronização de processos 

Padronizar nada mais é que estabelecer um modelo a ser seguido no cumprimento de determinada tarefa. Quando há um caminho definido a percorrer, é muito mais difícil se perder. O ato de definir um fluxo de trabalho, o workflow da equipe, não é uma exclusividade das grandes corporações. Mesmo empresas locais que oferecem serviços e produtos a uma região restrita podem reformular à sua maneira de fazer negócios e se adaptar a essa realidade.
Definir uma espécie de checklist para os seus colaboradores seguirem não significa tirar deles a autonomia para realizar suas funções, mas um modo de guiá-los através de métodos testados e comprovados por anos de experiência. Conhecer as melhores maneiras para se atingir uma meta é uma forma de prever possíveis entraves e combatê-los antes mesmo que surjam, reduzindo o tempo que seria gasto para encontrar uma solução, dando liberdade para focar em novos desafios.
Erros também se tornam cada vez menos frequentes. Os colaboradores, mesmo iniciantes, irão utilizar técnicas com resultados garantidos. Processos de gestão de qualidade envolvem conferir se tudo está sendo feito da maneira correta, e se tornam cada vez mais eficientes quando não há falhas a serem corrigidas, economizando tempo e custos da empresa, impulsionando a produtividade.
Não só é possível conciliar a padronização de processos com diminuição de custos e aumento da produtividade como é essencial a toda empresa que busca se manter competitiva no mercado. Os dois últimos itens são uma consequência direta quando a padronização é feita da maneira correta. Confira abaixo um pequeno guia de como esse sistema pode ser implementado no seu negócio.
 

Como padronizar processos

  • Estabelecer metas é o primeiro passo. É necessário saber exatamente onde se quer chegar para encontrar as melhores maneiras de atingir os objetivos.
  • Pesquisa de métodos se trata de encontrar caminhos testados e comprovados para o sucesso no mercado. Lembre-se que cada empresa é única, então você precisará adaptar técnicas focando nos seus métodos de fazer negócios.
  • Crie processos de gestão de qualidade. Avaliar quais metodologias estão realmente surtindo efeito é necessário para otimizá-las, ou até encontrar novos caminhos

 

Processos de gestão de qualidade

Uma das maneiras de investigar se o workflow está surtindo os efeitos desejados é através da definição de um sistema de gestão de qualidade, ou SGC. Essa função muitas vezes é negligenciada por empresas, mas é essencial quando se busca ampliar a produtividade e reduzir os custos significativamente. Encontrar os melhores SGCs é uma das tarefas de qualquer gestor que busca ampliar os seus lucros e a exposição da empresa no mercado.
A padronização de processos traz inúmeras vantagens às empresas, desde os microempreendimentos às grandes corporações. Encontrar a forma mais eficiente depende do seu ramo de atuação e modo de fazer negócios, mas o resultado costuma levar a mesma direção: obtenção dos objetivos pré-definidos, maior produtividade e redução nos custos de produção.
 
Otimize a Gestão Estratégica e da Qualidade com a Suíte Docnix. CONHEÇA!