Quais as ferramentas mais conhecidas na área da Gestão Estratégica das organizações?

Por 31 de maio de 2018Materiais

Para uma empresa colher frutos no mercado atual, um cenário altamente competitivo, planejamento é fundamental. Para isso a organização propõe uma série de objetivos, que a administração deve interpretar e converter em um plano que permita a realização de metas. Reunindo e aplicando os recursos da empresa da melhor forma possível tem-se o que chamamos de uma gestão estratégica.
 
Mas antes de tudo, você sabe do que exatamente se trata uma gestão estratégica? Trata-se de práticas e objetivos definidos com base na análise interna e externa da empresa. Com isto definimos se os objetivos da organização serão alcançados em um determinado período de tempo. Há nisto um componente estratégico, que planeja iniciativas que permitem atingir as metas estabelecidas. É esta forma de gestão que vai definir o melhor caminho para realizar os objetivos da sua empresa.
 

Principais Ferramentas para a Gestão Estratégica

Mas quais recursos e ferramentas as organizações usam para fazer uma boa gestão estratégica? Veja a seguir as principais ferramentas utilizadas pelas companhias para maximizar os resultados do processo administrativo.
 
SWOT – Forças, oportunidades, fraquezas e ameaças
 
Esta ferramenta desenvolvida por professores de Harvard utiliza quatro variáveis para avaliar a capacidade competitiva de uma empresa. A sigla do inglês Strengths (Forças), Weaknesses (Fraquezas), Opportunities (Oportunidades) e Threats (Ameaças), vai permitir uma análise completa do ambiente interno e externo da organização. No que diz respeito ao seu negócio, são analisados os pontos fortes e fracos. Já o mercado é analisado em termos de oportunidades e ameaças.
 
Vale ressaltar que seus pontos fortes vão permitir que as oportunidades sejam efetivadas. Suas fraquezas, por outro lado, irão ser determinantes no impacto que as ameaças representam para a sua organização. O objetivo desta análise é preparar a sua empresa para tornar-se competitiva em um cenário de longo prazo. Fazendo o cruzamento entre os quadrantes, você poderá montar estratégias ofensivas, de confronto, reforço e defensiva.
 
Matriz BCG
 
A matriz BCG é uma ferramenta de análise gráfica.  Com ela, você poderá comparar diferentes produtos ou áreas do seu negócio. O objetivo é que através da análise permitida pela BCG decisões estratégicas mais conscientes e eficazes sejam tomadas. Os gráficos podem apresentar diversos valores, como volume de produtos, participação de mercado e crescimento. A matriz funciona em um sistema 2 por 2. No quadrante superior teremos os produtos que apresentam crescimento, enquanto no inferior estão os elementos em baixa.
 
Para organizações que apresentam mais do que um produto em circulação, esta ferramenta vai permitir analisar qual destes se constitui como melhor investimento. Existem quatro decisões que podem ser tomadas a partir de uma matriz BCG.  As decisões vão desde aumentar a participação no mercado, até abandonar o negócio por completo. Entre os dois extremos ainda é possível manter a sua participação ou descontinuar o seu produto aos poucos.
 
5W2H
 
Parece uma fórmula química, mas na realidade esta ferramenta nada mais é do que uma planilha. Em primeiro lugar, esta é uma ferramenta de checklist. Destrinchando a sigla, nós temos a ideia de 5 W’s. Em inglês eles representam: What, que diz respeito ao que será feito. Why, o por que será feito. Where, o onde. When, o quando. Who, o quem fará. Os dois H’s por sua vez, representam: How, o como. E o How much, o quanto a decisão tomada irá custar.
 
Estas sete diretrizes devem ser usadas para tornar o desenvolvimento das suas atividades mais claro. Com respostas para as sete perguntas propostas você deve construir um mapa de atividades para que a sua estratégia organizacional renda uma execução tática mais eficaz. O controle de tarefas não apenas estimula a produtividade, mas economiza o seu tempo, assim como os seus recursos.  Com cada membro da sua organização sabendo o que fazer, como, quando, e etc., a sua organização estará muito melhor colocada no mercado.
 

Concluindo – A análise de resultados
 
Depois de usar uma ou mais das ferramentas mencionadas e montar a sua estratégia de administração, será necessário fazer uma análise de resultados. Afinal, é importante saber se todo este trabalho deu frutos. É preciso esperar, no entanto, as poeiras das mudanças baixarem, já que pode levar algum tempo para que termine a implantação dos seus planos e ações. Colhendo e avaliando os resultados você pode descobrir se correções são necessárias para que suas mudanças sejam mais efetivas.
 

Utilize um Software para a Gestão Estratégica da Organização

 
Os recursos humanos e organizacionais assim tratados conseguem traçar uma rota eficaz e eficiente até os objetivos previamente estabelecidos pela sua empresa. Estratégia, assim como os componentes táticos, vão pôr em prática as etapas da inciativa traçada pela estratégia corporativa. A administração de uma organização precisa do uso destes recursos para se tornar completa.
 
A utilização de um Software para a Gestão Estratégica trará maior eficiência nos processos organizacionais da empresa, auxiliando a gerência e a planejar e controlar cada etapa da estratégia e unir em um só lugar todas as ferramentas citadas acima.